Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

sexta-feira, 27 de abril de 2012

A luta continua, Estoril vs Santa Clara

O Santa Clara joga amanhã, sábado, diante do Estoril, em partida a contar para a 28ª jornada da Liga Orangina. O jogo está marcado para as 15h00 (hora dos Açores), no campo António Coimbra da Mota, na Amoreira.
Na antevisão a esta partida, o nosso técnico afirma que “o Estoril está pressionado por ter de ganhar o jogo para assegurar a subida, no entanto, estamos é focados na nossa equipa. Trabalhamos esta semana normalmente, reforçando aquilo que fizemos de bom no jogo com o Belenenses – e considero que fizemos realmente muito coisa boa - e vamos continuar a insistir nisto. Vamos com tranquilidade e ambição para lutar pelos três pontos do primeiro ao último minuto”.
Sobre o actual momento classificativo, Luís Miguel diz que “este não nos pressiona. Estamos focados somente neste jogo. Realmente, não conseguimos vencer a última partida, mas demos uma demonstração de força, qualidade, querer e determinação. Não fomos, contudo, bafejados pela sorte porque não conseguimos marcar, nas várias situações que tivemos.
Agora, penso que tivemos uma excelente prestação. A semana de trabalho também foi bastante positiva e estamos interessados em manter estes comportamentos de qualidade e ambição”.
Sobre a forma como a equipa se apresentou frente ao Belenenses, o nosso treinador realça que “independentemente do resultado, a nossa prestação foi o espelho do que eu quero, ou seja, determinada do primeiro ao último minuto. Estivemos frescos de ideias, com vontade que o jogo não acabasse e isto é que me deixou bastante satisfeito. Já que vi que tenho jogadores de carácter e atitude e com vontade de triunfar nesta liga”.
Por último, e em relação às carências reveladas na finalização, Luís Miguel diz que esta é uma questão para “ser resolvida colectivamente, até porque toda a equipa ataca e defende. Todavia, a preocupação seria maior se não criássemos oportunidades, mas não é isto que está a acontecer. Criamos bastantes situações, com envolvimentos que me deixaram bastante satisfeito. Vamos agora é procurar a estrelinha da sorte para conseguir meter a bola lá dentro. Os golos vão aparecer com trabalho e determinação e estou crente que irão surgir já amanhã no jogo com o Estoril”.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Santa Clara 1 Belenenses 1

sexta-feira, 20 de abril de 2012

troféu 19 Abril

Santa Clara vs Belenenses


Liga Orangina - 27ª Jornada
SANTA CLARA vs. BELENENSES
Domingo, 22 Abril, ás 16:00 h. (hora dos Açores)
Estádio S. Miguel, Ponta Delgada

Sócios com quotas em dia - Não Pagam
Senhoras - Não pagam

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Santa Clara B vs Capelense

A equipa B do Santa Clara recebe, este domingo, o Capelense pelas 16 horas em jogo a contar para o  Campeonato de S. Miguel.
 
Vencer o Capelense  é preciso para continuar a sonhar com o título, a dois jogos do final da temperada.



A formação de Pedro Bermonte joga este domingo,frente aos “pretos” das Capelas depois de um  empate em Rabo de Peixe



terça-feira, 10 de abril de 2012

Estreia amarga de Luis Miguel na Madeira

A nossa equipa perdeu por 2-0 no confronto com o União da Madeira em partida da 26.ª jornada do campeonato da Liga Orangina. Apesar da boa réplica e dos bons indicadores deixados em campo, a sorte não bafejou pela positiva a estreia de Luís Miguel.
 
O Santa Clara perdeu por 2-0 na partida disputada no estádio dos Barreiros, no Funchal, frente ao União da Madeira, válida para a 26.ª jornada do campeonato da Liga Orangina. Não foi a melhor estreia de Luís Miguel no comando técnico mas os indicadores deixados pela nossa equipa permitem perceber que o objectivo da manutenção será alcançado a breve trecho.
A nossa equipa entrou em campo disposta a colocar-se na frente do marcador mas apesar das intenções positivas foi o adversário quem marcou primeiro. À passagem do minuto 17 Silva desviou com êxito um cruzamento de Marco Freitas. Sem muito ter feito para marcar o União da Madeira via-se na posição de vencedor com alguma felicidade.
Sorte que voltou a não estar do nosso lado pois o Santa Clara respondeu à desvantagem, pressionou o adversário, criou diversas ocasiões para empatar mas saiu penalizado sensivelmente a meio da segunda parte quando Tozé Marreco, na sequência de um pontapé de canto, fez o 2-0 e complicou sobremaneira a nossa tarefa de trazer um resultado animador do Funchal.
Não vencemos, não somamos pontos mas ficou mais uma vez a certeza de que o futebol que praticamos é o suficiente para levar de vencida qualquer opositor, queira a sorte acompanhar-nos na entrega e dedicação que os jogadores colocam em campo ao longo dos 90 minutos.
No estádio dos Barreiros, no Funchal, o Santa Clara alinhou com: Stefanovic; Edson, Sandro, Edgar e Nelson; André Simões (Paulo Grilo, 43), Pacheco e Lourenço (Minhoca, 87); Alex (Dincic, 58), Moreira e Valdinho.
Treinador: Luís Miguel.

 fonte/Santa Clara

quarta-feira, 4 de abril de 2012

O árbitro, esse ser masoquista

Paulo SimõesA atividade de árbitro de futebol deve ser das mais masoquistas de todas. É raro o jogo em que o árbitro não ouve chamarem-lhe “ladrão”, “gatuno” e ouvir a sua mãe ser ofendida repetidas vezes com sonantes, e em coro, “filho da p..”. Mas mesmo assim, eles lá estão, faça chuva ou faça sol, para que o jogo se realize, para gozo da malta. Entre os árbitros e os jogadores de futebol (escalões profissionais) há uma semelhança e um mundo de diferenças. A semelhança resido no gosto pelo jogo. As diferenças são tudo o resto, desde as míseras patacas que um árbitro recebe aos salários de milhares e até de milhões que enchem as carteiras dos futebolistas. Os futebolistas erram mas ninguém lhes chama ladrão ou insulta as suas mãezinhas; já o árbitro tem direito a um tratamento totalmente diferente. Se não vê uma falta na área ou se assinala mal um fora de jogo arrisca-se a ver o seu nome em meia dúzia de canais televisivos e a sua prestação analisada por especialistas (?!) na matéria. As televisões passam um lance duvidoso repetidas vezes, de vários ângulos e em câmara lenta, para que os senhores comentadores, no conforto das suas poltronas, possam dar bitaites sobre o que muitas vezes não viram em direto, no estádio. Tivessem os árbitros a possibilidade de rever um lance duvidoso tal, como os comentadores de sofá o fazem, e certamente que muitos menos erros cometeriam. Não significa isto que não existam maus árbitros e árbitros corruptos. Claro que existem, pior cego é o que não quer ver. Mas se existem árbitros corruptos é porque, e em primeiro lugar, existem “corruptores”, dirigentes e treinadores que, diretamente, ou por interposta pessoa, tentam comprar favores deste ou daquele árbitro. Provavelmente alguns dos mesmos dirigentes e treinadores que depois vêm criticar a arbitragem e lançar dúvidas sobre a integridade e honestidade dos homens do apito, porventura tentando imputar a terceiros as razões do insucesso das suas equipas. A histeria que se vive em torno da arbitragem não serve ao futebol, servirá, quando muito, a alguns clubes que pretendem, assim, disfarçar os maus resultados perante sócios e adeptos. Valha-nos o masoquismo, porque sem isso não haveria árbitros no futebol português.  fonte

Luís Miguel inicia funções a frente do Santa Clara

O novo treinador do Santa Clara orientou nesta terça-feira o primeiro treino. Luís Miguel tem como preparador-físico Samuel Correia. Ricardo Chéu saiu. Pedro Lascarim continua.
O primeiro dia de trabalho do novo treinador do Santa Clara ficou marcado por alterações ligeiras na estrutura técnica. Luís Miguel trouxe consigo o preparador-físico Samuel Correia, o que motivou a saída de Ricardo Chéu. O treinador de guarda-redes, Pedro Lascarim, mantém-se em funções.
No relvado, Luís Miguel orientou uma sessão de trabalho essencialmente dedicada à recuperação física. Os titulares no jogo com o Freamunde integraram o aquecimento mas depois recolheram a outra estação onde realizaram jogos de futvolei. Os restantes atletas aprumaram pormenores de natureza técnico-táctica (finalização e pressão alta) por detrás de uma das balizas.
Portanto, é nesta quarta-feira, dia 4, que Luís Miguel irá começar a preparar – com todos os jogadores incluídos – a deslocação à Madeira onde, na próxima segunda-feira, os encarnados de Ponta Delgada defrontam o União local (17.00 horas) em desafio da 26.ª jornada do campeonato da Liga de Honra.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Novo treinador do santa clara, Luís Miguel

BEM VINDO AOS 
AÇORES

Luís Miguel e o novo treinador do Santa Clara

O treinador, de 41 anos de idade, assume de imediato funções ao serviço do Santa Clara Açores – Futebol SAD.
 
Luís Miguel é o novo técnico do Santa Clara Açores – Futebol SAD. O treinador já está em S. Miguel, tendo mesmo assistido ao jogo de hoje, no qual os encarnados bateram o Freamunde por uma bola a zero, com o tento a ser apontado por Lourenço.
Nas suas primeiras declarações, em exclusivo ao site do clube, o técnico de 41 anos de idade diz que, em primeira instância, o importante “é trabalhar com qualidade e vencer o próximo jogo. Vou falar com os jogadores, transmitir uma mensagem ambiciosa e preparar para ganhar ao União da Madeira”.
Sobre a partida a que assistiu esta tarde no Estádio de S. Miguel, Luís Miguel afirma ter verificado que a equipa “tem qualidade e está organizada. Realmente, depois de várias semanas sem ganhar, demonstrou alguma intranquilidade, o que é natural.  No entanto, a vitória veio dar uma nova alma. Um novo treinador vai entrar, um novo ciclo vai começar e esta mensagem que quero passar. Ambição, trabalho, tranquilidade e humildade deverão ser palavras de ordem.”
Em relação às próximas partidas, o treinador realça que “o próximo jogo (União da Madeira) é fundamental. Todavia, sabemos que nesta liga não existem encontros fáceis. Este é um campeonato terrível em termos de competitividade, portanto temos de estar preparados para todos os adversários. Contudo, temos é de estar focados no nosso trabalho e prepararmo-nos para vencer na Madeira”.
Sobre o futuro, Luís Miguel diz querer focar-se apenas no presente: “quero fazer as coisas com tranquilidade e sem precipitações. Vamos há procura da melhor classificação possível, esta temporada, e depois então pensaremos no planeamento a médio/longo prazo”.
A terminar, e sobre o clube, o técnico afirma que o “Santa Clara é o maior clube dos Açores, que já viveu momentos grandiosos e é isto que quero voltar a trazer ao clube. Fundamentalmente, trazer mais gente ao estádio e isto só poderá acontecer apresentando um futebol de qualidade e, acima de tudo, com vitórias”.

domingo, 1 de abril de 2012

Santa Clara 1 Freamunde 0



Dincic resolve ao minuto noventa e Lourense conclui com golo após penalidade criada pelo gigante Dincic.


Mister Ricardo Chéu deu ouvidos aos adeptos da casa e triunfou.


Força Santa Clara



TODOS SOMOS POUCOS
UNIDOS SOMOS FORTES

Classificação

POS.CLUBEPTS
1Estoril49
Subiu 1 posição2Moreirense44
Desceu 1 posição3Aves44
4Naval37
5Leixões36
Subiu 2 posições6Trofense34
Desceu 1 posição7Atlético34
Subiu 1 posição8Oliveirense33
Desceu 2 posições9Penafiel32
Subiu 2 posições10Sta. Clara31
Subiu 2 posições11Belenenses30
Desceu 2 posições12Arouca29
Desceu 2 posições13Freamunde28
14União27
Subiu 1 posição15Portimonense26
Desceu 1 posição16Covilhã25

Jornada nº25

JOGODATAHORATV
Estoril0 | 2Trofense31/Mar16h00
Leixões0 | 0Aves31/Mar17h00
Moreirense4 | 1Atlético01/Abr11h15
Sta. Clara1 | 0Freamunde01/Abr16h00
Covilhã0 | 1Oliveirense01/Abr16h00
Arouca0 | 0União01/Abr16h00
Portimonense3 | 2Penafiel01/Abr16h00
Naval0 | 1Belenenses01/Abr16h30
 











































O Santa Clara, a cinco jornadas do fim, soma 31 pontos, sobe ao décimo lugar e tem agora seis pontos de vantagem sobre o Portimonense, primeiro clube abaixo da linha de água.

Arquivo do blogue