Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Santa Clara regressa as vitórias

Pacheco resolve aos 22 minutos frente ao AC Viseu 


Golo de Pacheco foi determinante para o triunfo tangencial sobre o Académico de Viseu. Equipa deu sinais de estar a subir de rendimento e de confiança. Resultado peca por escasso face às oportunidades criadas e desperdiçadas.

Onze jogos depois e dois 
meses volvidos sobre a última vitória o Santa Clara regressou aos triunfos no campeonato após receber e derrotar o Académico de Viseu pela margem mínima em partida da 20.ª jornada do campeonato da II Liga, disputado esta tarde no estádio de São Miguel.

O golo que valeu três importantes pontos foi apontado por Pacheco, capitão que decidiu o jogo à passagem do minuto 23 em jogada individual, após boa combinação com Minhoca. A vitória dos insulares não sofre contestação e até peca por escassa porque pertenceu-lhes as melhores ocasiões para marcar. 

Antes do 1-0, Tiago de Leonço já tinha levado perigo à baliza de Ricardo Janota e depois da meia-hora Pacheco acertou na trave. Na trajetória descendente, a bola bateu nas costas do guarda-redes mas perdeu-se pela linha de fundo, junto ao poste. Já no segundo tempo, a fechar o encontro, Minhoca fez tudo bem mas perdeu tempo de remate e Cláudio safou em cima do risco fatal.

O Académico de Viseu sentiu dificuldades em adaptar-se ao vento forte que se fez sentir e a um relvado pesado devido às chuvas fortes que caíram nos últimos dias. O melhor que se viu foi um remate de Leonel, de livre direto, que proporcionou a Serginho a única defesa ao longo dos 90 minutos.

Com este triunfo, o Santa Clara deixou o último lugar e subiu duas posições ao ultrapassar a Oliveirense e o Atlético na classificação geral. No próximo domingo, a formação de Ponta Delgada encerra a primeira volta do campeonato defrontando, fora, o Sporting da Covilhã.



segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Teledesporto

segunda-feira, 29 de abril de 2013

TELEDESPORTO DE 28 DE ABRIL




Santa Clara-FC Porto, 2-2: Jogo marcado por três penáltis
AÇORIANOS ESTIVERAM SEMPRE EM DESVANTAGEM


O Santa Clara empatou com o FC Porto B 2-2, com três grandes penalidades assinaladas na primeira parte, num jogo a contar para a 38ª jornada da II Liga e que é o quarto consecutivo sem vencer dos açorianos.

Edú colocou o FC Porto B em vantagem na primeira parte, concretizando as duas grandes penalidades (13 e 40) assinaladas pelo árbitro Luís Ferreira, de Braga. O Santa Clara respondeu através de uma grande penalidade marcada por Porcellis (19) e no único golo da partida em jogo corrido, por Platini (51). Luís Ferreira assinalou a primeira grande penalidade a favor do FC Porto B, por alegado derrube de Accioly a Tozé. Na conversão, Edu inaugurou o marcador a favor dos portistas.

Cerca de cinco minutos depois, o árbitro assinalou novamente grande penalidade, desta feita a favor da equipa da casa, no seguimento da marcação de um canto em que a bola foi parar à mão de Caballero. Porcellis atirou para o empate. A cinco minutos do final da primeira parte, o juiz da partida assinalou nova penalidade, num lance que levantou dúvidas.

Sebá cruzou tenso, a bola bateu em Godinho e Luís Ferreira mandou a bola para a marca dos 11 metros. Edu marcou ao centro e Hélder Godinho cai para a direita. O banco da equipa da casa protestou veementemente contra a grande penalidade assinalada pelo árbitro de Braga. Ao intervalo, o FC Porto B recolheu aos balneários do Estádio de São Miguel a vencer por 2-1 o Santa Clara. Logo aos 51 minutos, o Santa Clara relançou a partida através do único golo do jogo sem ser de bola parada, num lance bem orientado por Porcellis, que fez um passe soberbo para Platini só ter de empurrar para o fundo da baliza.

Num jogo com alguns lances polémicos, aos 55 minutos o Santa Clara reclamou grande penalidade quando David Bruno tentou cortar o lance, rematou contra Anderson e a bola acabou por bater na mão do central portista.

A equipa de Rui Gomes acabou reduzida a dez elementos com a expulsão de Dellatorre por agressão a Accioly.

Jogo no Estádio de São Miguel, Ponta Delgada

Santa Clara-FC Porto B, 2-2

Ao intervalo: 1-2.

Marcadores: 0-1, Edu, 13 minutos (gp). 0-2, Porcellis, 19 (gp). 1-2, Edú, 40 (gp). 2-2, Platini, 51.

Equipas:

Santa Clara: Helder Godinho, André Simões, Accioly (Diogo Tavares , 88), Godinho, Serginho, Tony, Pedro Cervantes (Ruizinho,79), Pacheco, Platini, Hugo Santos (Alex, 57) e Porcellis.

Suplentes: Brice Niclos, Paulo Monteiro, Minhoca, Reguila, Alex, Diogo Tavares e Ruizinho).

Treinador: Luís Miguel.

FC Porto: Stefanovic, David Bruno, Zé António, Anderson, Victor Luís, Mikel, Edú (Vion, 90+1), Sérgio Oliveira, Tozé, Caballero (Dellatorre, 69) e Sebá (Fábio Martins, 80).

Suplentes: Elói, Tiago Ferreira, Fábio Martins, Dellatorre, Vion, Graça e Ricardinho).

Treinador: Rui Gomes.

Árbitro: Luís Ferreira (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Accioly (11), Caballero (19), Anderson (24), André Simões (58), David Bruno (65), Tony (68) e Fábio Martins (81). Cartão vermelho direto para Delatorre (87).

Assistência: 1.315 espetadores.
fonte/record

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Santa Clara empata 2-2 em Freamunde




O Santa Clara regressou aos pontos ao conseguir um ponto no empate 2-2 conseguido em Freamunde frente aos locais, em partida da 37.ª jornada da Segunda Liga de futebol. 
A equipa de Luís Miguel esteve sempre em desvantagem no marcador, graças a dois grandes golos apontados por Laranjeiro, na cobrança de dois livres diretos, aos quais correspondeu o avançado brasileiro Porcellis, que também bisou na partida e reforçou o seu estatuto de melhor marcador da equipa (12 golos).
O Santa Clara mantém a sétima posição da Segunda Liga, agora com 54 pontos, ficando agora a 11 de distância do Arouca, segundo classificado, que ocupa o último lugar de subida direta.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

PRESIDENTE DEFINE SUBIDA COMO META

Mário Batista reconheceu que com a manutenção assegurada em termos matemáticos, o Santa Clara só pode encarar as últimas jornadas do campeonato da II Liga com a ambição de disputar a subida à I Liga.

O triunfo alcançado pelo Santa Clara no passado domingo em partida da 34.ª jornada do campeonato da II Liga (1-0 sobre o Marítimo B) e o desaire consentido pelo Arouca, atual segundo classificado que ocupa a vaga em aberto que confere a subida à I Liga, deixou os açorianos a seis pontos da formação de Arouca que é, precisamente, o próximo adversário dos insulares.

A redução da diferença pontual para seis pontos reabriu perspetivas animadoras do Santa Clara se envolver na luta pela subida direta ou, em alternativa, tentar a promoção por via da liguilha que vai apurar que acompanhará o Boavista no alargamento do campeonato para dezoito clubes.

Seja como for, o presidente Mário Batista já reconheceu que a partir de agora a turma de Ponta Delgada só pode pensar em subir, garantida que está em termos matemáticos a permanência na II Liga. Nos oito encontros que faltam o Santa Clara vai procurar chegar ao segundo lugar ou posicionar-se no terceiro ou quarto para disputar a liguilha.

«O grupo de trabalho tem de estar consciente das responsabilidades e das mais-valias derivadas da maximização dos pontos para que nos seja possível ficar no topo da classificação», disse o presidente. O plantel às ordens de Luís Miguel começou hoje a preparar o confronto com o Arouca que pode definir muito do futuro próximo dos açorianos na competição.

FONTE - RTP/AÇORES

sábado, 23 de março de 2013

Israel 3-3 Portugal 2013.03.22

LIVRAMENTO CRIOU UMA VERDADEIRA ONDA VERMELHA

Foi em clima de euforia que a comitiva do Santa Clara foi recebida na tarde de ontem na EB/JI do Livramento, no concelho de Ponta Delgada.

Dando continuidade ao projecto “Santa Clara Solidário”, uma comitiva da nossa instituição visitou, na tarde de ontem a escola EB/Ji do Livramento, no concelho de Ponta Delgada.
Foi em clima de grande euforia que mais de 70 crianças receberam a representação encarnada, liderada pelo presidente Mário Batista, e que incorporou ainda o assessor da SAD Raul Monteiro, o director desportivo Pedro Sousa, os técnicos Luís Miguel e Cândido Rego, e os atletas profissionais Accioly, Luiz Carlos e Rafael Porcellis.
Foi ao som de tambores e com o hino do Santa Clara que foi recebida a comitiva, seguindo-se uma animada partida de futebol, em que se integraram Accioly e Porcellis, para depois decorrer um bem apresentado lanche, cortesia das animadoras e dos pais dos alunos daquele estabelecimento de ensino.
Depois da habitual troca de lembranças, a visita não terminou sem mais uma apresentação musical de um grupo de alunos.
A despedida foi feita com vontade de ali regressar, com os alunos a solicitarem os inevitáveis autógrafos a finalizar uma tarde em que o Santa Clara, mais uma vez, foi a figura principal. fotos



segunda-feira, 18 de março de 2013

Santa Clara sede empate a zero ao Covilhã


Santa Clara e Sporting da Covilhã empataram 0-0 no estádio de S. Miguel , num jogo marcado pelo equilíbrio e que ofereceu justiça à repartição de pontos.

Antes do pontapé de saída para o jogo, cumpriu-se um minuto de silêncio no Estádio de São Miguel em memória das três vítimas mortais da derrocada que se verificou na madrugada da última quinta-feira, no Faial da Terra, na ilha de São Miguel.

Aos sete minutos surgiu a primeira jogada de perigo favorável ao Sporting da Covilhã, com Moreira, ex-Santa Clara, a surgir nas costas de Paulo Monteiro para um remate sem direção, que acabou por sair pela linha lateral.

Moreira voltou a causar perigo à baliza do Santa Clara vinte minutos depois, valendo o instinto de Hélder Godinho para evitar o golo da equipa da Covilhã, num lance confuso marcado pelos erros sucessivos dos jogadores da equipa da casa.

A resposta do Santa Clara não tardou e aos 34 minutos Reguila, no seguimento de um lançamento na linha lateral esquerda, aparece ao segundo poste para o remate onde valeu a defesa esforçada de Jorge Batista.

O Sporting da Covilhã entrou na segunda parte com melhor atitude e aos 50 minutos Pimenta, à entrada da área, remata tenso, valendo a intervenção de Hélder Godinho, que defendeu para canto.

O Santa Clara baixava nesta altura o ritmo em campo e só aos 64 minutos conseguiu aproximar-se da baliza adversária, com Reguila a rematar cruzado, mas a bola acabou por sair ao lado. Ainda antes do apito final, o Santa Clara tentou chegar ao golo, no seguimento de um cruzamento de André Simões e com remate de Ruizinho, mas a defesa de Jorge Batista para canto evitou a subida da formação açoriana ao terceiro lugar da tabela classificativa.

Equipas:

Santa Clara: Hélder Godinho, André Simões, Paulo Monteiro, Accioly, Serginho, Tony, Godinho, Pacheco (Ruizinho, 73), Alex (Porcellis, 45), Hugo Santos (Minhoca, 59) e Reguila.

Suplentes: Brice Niclos, Marco Lança, Minhoca, Pedro Cervantes, Porcellis, Ruizinho e Diogo Moniz).

Treinador: Luís Miguel.

Sp. Covilhã:

Jorge Batista, Gaspar, Pimenta (Carlos Manuel, 84), Edgar, Paulico (Milton, 49), Adriano (Gui, 73), Paulo Grilo, Nené, Tarcísio, Gilberto e Moreira.

Suplentes: Rui Vieira, Gui, Carlos Manuel, Milton e Diogo Gaspar). Treinador: Francisco Chaló. Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Accioly (21), Paulo Monteiro (71) e Gilberto (89).

Assistência: 1.225 espetadores

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

CRAQUES DO SANTA CLARA

(GODINHO) ACTUALMENTE AO SERVIÇO DO SANTA CLARA, CAMISOLA 15, POSIÇÃO MÉDIO, NACIONALIDADE PORTUGUESA, NATURAL DE OLIVEIRA DE AZEMÉIS.


(GODINHO) ACTUALMENTE AO SERVIÇO DO SANTA CLARA, CAMISOLA 6, POSIÇÃO MÉDIO, NACIONALIDADE PORTUGUESA, NATURAL VENEZUELA 

BREVEMENTE SERÃO PUBLICADOS OUTROS CRAQUES DO NOSSO CLUBE

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Santa Clara 3 Portimonense 1


Santa Clara vence o Portimonense por 3 bolas a 1 com golos de Platini, Pacheco e Godinho 

GOLO de Platini numa Insistência na área de Alex que levou a melhor no ombro a ombro sobre Ivo Nicolau. No despique, em plena pequena área, os dois jogadores perderam noção da bola e Márcio Ramos tentou pontapear o esférico. Falhou o remate porque estava pressionado por Platini que, mais rápido, tocou o esférico para o fundo das redes da baliza que estava deserta.
Na primeira jogada do desafio o Santa Clara chegou ao golo, com apenas 30 segundos de jogo decorridos




MINUTO 58 GOLO de Pacheco

Serginho cruzou rasteiro na esquerda, na área Pacheco recebeu, dominou, virou-se para a baliza e com uma finta de corpo sentou Márcio Ramos e atirou para o outro lado.


MINUTO 90+7 GOLO de Godinho

Equipa do Santa Clara trocava a bola no meio campo dos algarvios quando Porcellis isolou Godinho. Na cara do gaurda-redes a frieza que faltou no lance da marcação da grande penalidade esteve presente e o desvio subtil só parou no fundo das redes



sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Santa Clara deixa escapar Platini

Na próxima época: Platini jogará no Gil Vicente

Platini será jogador do Gil Vicente a partir da próxima época.

O esquerdino do Santa Clara era, há muito, uma aposta do treinador Paulo Alves. Ainda em Janeiro, a administração do Gil Vicente propôs à congénere do Santa Clara uma permuta com Pedro Pereira - acabou por ir para o Aves -, mas sem qualquer contra partida financeira. 
Terminando no final de Junho o contrato de três anos com o clube de Ponta Delgada, Platini é um jogador livre desde Janeiro. Dado que o Santa Clara não apresentou qualquer carta manifestando interesse na renovação, porque nas conversas preliminares o jogador não demonstrou vontade, pode já comprometer-se com outro clube.
As recentes exibições por Cabo Verde no campeonato africano não mereceram propostas de clubes estrangeiros que pudessem reverter na entrada de verbas no Santa Clara.
Foi nesta época que Platini despontou, sendo um jogador fundamental na estrutura ofensiva da equipa. Jogou 20 jogos a titular no campeonato da II Liga e 2 como suplente utilizado. Números superiores aos da época de 2010/11, que apenas fez 8 desafios como titular e 13 entrando com o jogo a decorrer, e mesmo em relação à temporada passada, com 19 encontros entrando de início e 6 como suplente utilizado.
Neste período de reabertura do processo de inscrições, o antigo guarda-redes Tiago Maia foi para o Beroe, da Bulgária, e o lateral Guilherme assinou pelos brasileiros do Ceilândia.
O Santa Clara defronta o Portimonense, às 15h00, no estádio de S. Miguel. APARECE...

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

REFORÇO

 Moreno Freire MÉDIO DE 27 ANOS É REFORÇO DE INVERNO PARA O SANTA CLARA 
FONTE

domingo, 6 de janeiro de 2013

Santa Clara 1 Benfica b 1

Santa Clara empata a uma bola com o Benfica B, mas o resultado é mais penalizador para os encarnados de Ponta Delgada. A vencer por 1-0, com mais dois jogadores em campo, o Santa Clara permitiu ao Benfica B subir no relvado e chegar ao golo do empate. O guarda-redes Bruno Varela foi o homem do jogo, com duas mãos cheias de defesas ao ataque do Santa Clara. Segundo empate consecutivo do Santa Clara fonte

Arquivo do blogue