Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

domingo, 11 de dezembro de 2011

Esperança é a última a morrer

Esta derrota em casa foi uma desilusão para nós que contávamos ver a nossa equipe a praticar o futebol que já nos habituou a ver, tristes com este acontecimento mas com a esperança de tornar a ver este equipe na linha da frente, "é este o nosso lugar!", de resto nada a dizer e faço votos de uma boa caminhada rumo á festa da família.


A todos um Bom Natal


Jogo:
Para a manhã deste Domingo no Estádio de São Miguel estava agendada a partida entre o Santa Clara e o União da Madeira. Em confronto estavam duas equipas que estavam a realizar dois campeonatos distintos. O Santa Clara ocupava à entrada para esta partida a sugunda posição, com menos dois pontos que o líder Atlético, e os pupilos de Bruno Moura sabiam que em caso de vitória poderiam subir provisoriamente à primeira posição. Por seu turno os agora pupilos de Jokanovic ocupavam a penúltima posição, com mais um ponto que o Trofense e menos um que o Portimonense e Belenenses, as equipas acima da linha d´água. 

Assistiu-se a um inicio de partida repartido, mas sem oportunidades de golo, mas aos 17 minutos o União da Madeira numa excelente jogada do seu ataque o esférico é colocado na área do Santa Clara, onde Silva com todo o à vontade do mundo amorteceu com o peito para a entrada da área onde estava sem marcação Ruben Andrade a rematar colocado para o primeiro golo da partida. Golo muito festejado pelos Madeirenses que não atravessam o melhor momento no campeonato. O Santa Clara revelava-se uma equipa lenta nas suas transições ofensivas, e sentia grandes dificuldades para penetrar no último reduto do União da Madeira. 

O Santa Clara a perder tentou ir em busca do prejuizo, e quando o Santa Clara estava por cima na partida, os pupilos de Jolanovik quase ampliaram a vantagem, isto na sequência de um cruzamento de Ruben Andrade, com Tozé Marreco e Gleibson a falharem a emenda à boca da baliza. No minuto seguinte o Santa Clara consegue trocar o esférico com algum à vontade perto da área do União da Madeira, e Platini acaba por rematar para defesa fácil de Christopher. Mas o União da Madeira em rápidos contra ataque tentava fazer moça na defesa do Santa Clara, e aos 43 minutos quase o consegue, mas Gleibson viu Stepanovic opôr-se bem ao seu remate de longe. Na responta Platini quase consegue aproveitar da melhor forma a má saída de Christopher, mas o desvio do dianteiro encarnado saiu ao lado da baliza Madeirense. Chegado o intervalo este resultado só causou surpresa a quem não seguia a partida, visto o Santa Clara ter que melhorar o seu futebol para o segundo tempo, para continuar a justificar o estatuto e lugar de vice líder do campeonato. 

Bruno Moura não satisfeito com o rendimento da sua equipa, para a segunda parte retira da partida Platini e lança Moreira, mas vê as aspirações da sua equipa ficarem condicionadas aos 49 minutos quando Lourenço com uma entrada imprudente sobre um adversário, de imediato recebe ordem de expulsão do árbitro João Capela. A jogar com menos um o Santa Clara passou por algumas dificuldades, mas Bruno Moura aos 60 minutos optou por lançar André Simões, e de imediato a equipa Açoriana cresceu e aos 65 minutos depois de um pontapé de canto apontado por Minhoca, Moreira com um remate à meia volta quase repõe a igualdade. 

Joakanovic tambem mexeu no seu xadrez e lançou Nuno Silva na partida, equilibrando as operações a meio campo. E Nuno Silva aos 79 minutos num excelente trabalho à entrada da área do Santa Clara acaba por rematar colocado para excelente intervenção do atento Stepanovic. Até final o Santa Clara não revelou frieza e argumentos para conseguir chegar à igualdade. 

fonte RD

Sem comentários:

Arquivo do blogue