Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

domingo, 28 de agosto de 2011

Leixões 1 Santa Clara 2

Santa clara vence o Leixões por duas bolas a uma, golos de Moreira e Silvestre numa partida em que a nossa equipe podia ter ganho por um resultado mais alargado.

O Santa Clara venceu este domingo e o Leixões em Matosinhos por 2-1, em jogo da 2.ª jornada da Segunda Liga, alcançando a primeira vitória no campeonato.

Numa primeira parte equilibrada e com poucas ocasiões de golo, o Santa Clara, orientado por Bruno Moura [na foto] inaugurou o marcador num lance de bola parada quase sobre o intervalo: no minuto 45, Lourenço, rematou um livre à trave, a bola bateu nas costas do guarda-redes Waldson e Moreira apareceu para marcar de cabeça.
Antes disso, os dois únicos momentos de real perigo pertenceram ao Leixões. Capela, aos 35 minutos, rematou forte, mas a bola saiu lado e Fausto, aos 43, de fora da área, também errou o alvo.
A segunda parte começou da pior forma para os locais, com a expulsão de André Carvalho logo no segundo minuto. O médio leixonense travou Vandinho, num lance que o árbitro Manuel Mota considerou merecer vermelho direto.
A partir dessa altura, os da casa desorientaram-se por completo, permitindo ao Santa Clara gerir da melhor forma o jogo, aproveitando para aumentar a vantagem.
Aos 57 minutos, Nélson cruzou para a grande área, Sylvestre apareceu isolado e, de cabeça, encostou para o golo.
O Leixões, a jogar com menos um, lutou com as armas que tinha para anular a superioridade da equipa açoriana e o golo quase chegou aos 81 minutos.
Primeiro Feliciano, rematou com a baliza aberta, mas Ilic conseguiu tirar a bola mesmo em cima da linha. O lance sobrou para Fausto, que, de cabeça, ainda tentou surpreender a defesa visitante, mas sem sucesso.
O golo do Leixões surgiu quase no final da partida, por intermédio de Pedro Santos, que surpreendeu tudo e todos na marcação de um livre, aos 88 minutos.
O Santa Clara saiu de Matosinhos com a primeira vitória e, num jogo em que atuava perante o seu público, o Leixões sofreu a primeira derrota.
Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos: Leixões - Santa Clara, 1-2.
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores:
0-1, Moreira, 45 minutos.
0-2, Sylvestre, 57'.
1-2, Pedro Santos, 88'.
Leixões: Waldson, Paulinho, Nuno Silva, Joel (Pedro Santos, 61'), Florent (Seabra, 61'), André Carvalho, Luis Silva (Fangueiro, 46'), Capela, Feliciano, Fausto e Hernâni. (Suplentes: Fonseca, Zé Pedro, Fangueiro, Pedro Santos, Wesllem, Seabra e Diego Mourão).
Santa Clara: Stefanovic, Márcio Piccolo (Edgar, 54'), Sandro, Ilic, Nélson, André Simões, Lourenço, Minhoca, Valdinho (Paulo Grilo, 59'), Moreira (Pipo, 74') e Sylvestre. (Suplentes: Brice Niclos, Platini, Djurdjievic, Edgar, Dincic, Pipo e Paulo Grilo).
Árbitro: Manuel Mota (Braga).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Sandro (16'), Paulinho (19'), Márcio Piccolo (39'), Luís Silva (45'), André Simões (66'), Lourenço (90'), Stefanovic (90+1') e Pipo (90+2'). Cartão vermelho direto para André Carvalho (48')
record





O jogo começou morno e só à passagem da meia hora de jogo é que houve uma verdadeira oportunidade e para o Leixões. Numa jogada iniciada por Fausto, Capela recebe a bola e já em desequilíbrio envia a bola a poucos centímetros do poste esquerdo da baliza dos açorianos.
Aos 44’ o golo do Santa Clara. Na sequência de uma suposta falta que não aconteceu Lourenço apontou um livre que foi direccionado à barra da baliza leixonense mas para infelicidade de Waldson a bola toca-lhe e ficou a saltar na área… Moreira chegou mais depressa que os adversários e conseguiu colocar a bola dentro da baliza. 
Reduzido a 10 unidades por expulsão de André Carvalho, o Leixões tinha o trabalho dificultado e ainda mais difícil ficou quando Sylvestre marcou o 2.º para o Santa Clara aos 57’-
Aos 70’ Fausto tentou a sua sorte mas encontrou pela frente o guarda-redes Stefanovic a impedir o tento dos da casa.
Mesmo assim valeu Waldson por diversas vezes a salvar a derrota mais pesada para os leixonenses. Exemplo disso foi a defesa feita aos 77’. Ao longo dos últimos minutos da segunda metade Pipo, do Santa Clara, tentou por diversas ocasiões colocar a bola na baliza leixonense mas sempre sem sucesso.
Aos 83’ fica uma grande penalidade por assinalar ao médio Pacheco por mão na bola.
Na sequência de um Livre descaído pela esquerda, Pedro Santos ainda reduziu a desvantagem, aos 88, para 1-2 ao colocar a bola dentro da baliza dos Açores.
Logo a seguir foi Seabra a tentar a sorte mas a bola acabou por sair ao lado da baliza do topo sul. O Leixões terminou por cima mas o resultado foi favorável aos visitantes que acabaram por vencer por 1-2.

blog leixões







Santa Clara defendeu quando foi preciso, atacou nos momentos certos e também soube sofrer na parte final do encontro. Triunfo em Matosinhos vinca a capacidade defensiva da nossa equipa.
O Santa Clara foi a Matosinhos derrotar o Leixões por 2-1 alcançando assim a primeira vitória no campeonato da Liga Orangina. O empate caseiro com o Arouca está rectificado e os pontos perdidos em casa recuperados, demonstrando o nosso colectivo saber bem o que quer em campo.
A jogar fora a nossa equipa concedeu a iniciativa de jogo ao adversário mas nunca deixou de ter a partida controlada, até porque o Leixões mesmo com mais bola pouco ou nada incomodava o reduto defensivo encarnado. As excepções foram os remates de Luís Silva e Fausto, ambos de fora da área, praticamente sem perigo.
Subindo no terreno à medida que o desafio se foi desenrolando, o Santa Clara marcou na primeira vez que criou perigo: livre directo de Lourenço ao poste, a bola ressalta para as costas do guarda-redes contrário e ficou à mercê de cabeça de Moreira que fez o 1-0 na recarga a dois minutos do intervalo.
O golo era o corolário de uma eficácia suprema, característica que se repetiu no lance do 2-0, assinado por Sylvestre, também de cabeça, após cruzamento de Nelson. Estavam decorridos 56 minutos e nesta altura os locais já jogavam com menos uma unidade por agressão de André Carvalho a Valdinho.
A vencer, o Santa Clara poderia ter avançado para um resultado mais tranquilo mas pecou na finalização. Moreira e Pipo tiveram o terceiro golo nos pés mas perderam tempo a preparar o remate, o que permitiu aos visitados manterem acesa a esperança na recuperação pois um golo poderia relançar o jogo.
O Santa Clara não marcou e acabou o encontro em sofrimento desnecessário porque o Leixões lançou-se no ataque e se num primeiro lance foi Ilic quem salvou o golo a Feliciano e Fausto, numa segunda ocasião a bola entrou mesmo, de livre directo cobrado por Pedro Santos.
Com três minutos para jogar mais os descontos, sobressaiu a frieza do nosso sector defensivo que continua a mostrar grande capacidade, apoiado por um meio-campo combativo e um ataque que neste domingo revelou-se letal.
santa clara

2 comentários:

Anónimo disse...

Sou do Santa Clara e fui ver o jogo ao Estádio do Mar. Grande jogo, ganhamos por 2-1 mas ainda sofremos bastante. Podiamos ter ganho por mais, mas a pontaria dos nossos jogadores do Santa Clara não tava assim muito afinada. De qualquer das maneiras, ganhamos. Nunca pensei que fossemos conseguir, mas ainda bem que sim. compensou ir ao estádio. . . .
Vamos Santa Clara, força
jeop

Anónimo disse...

Sou Terceirense, mas gostava de ver o Santa Clara na 1ª Divisão a representar os Açores. Confesso que gostei da alteração do emblema, que deixou de ser uma imitação do emblema do Benfica. Assim já consigo gostar mais do Santa Clara. Força Santa Clara e Força Lusitânia!!!

Arquivo do blogue