Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Direção critica arbitragem de Rui Patrício

Diz o Jornal record


O presidente do Santa Clara manifestou-se "perplexo pela forma imprudente e pouco competente" como o árbitro Rui Patrício "avaliou os lances alvo de sanções disciplinares" no jogo Penafiel-Santa Clara, da quarta jornada da Liga de Honra.
"Este é o caso de alguém que não quis ser competente, talvez por ser jovem e por não estar minimamente preparado para andar nesses palcos. Não sabemos quais foram as motivações por detrás disto, mas, não sendo nós técnicos de arbitragem, entendemos que as decisões correctas não seriam difíceis já que foram lances de campo aberto, sem aparente dificuldade de avaliação por parte do árbitro", referiu Mário Batista.
O presidente do Santa Clara foi mais longe e disse sem contemplações: "Citando o presidente da UEFA, Michel Platini, os árbitros incompetentes devem ser varridos do futebol".
O jogo Penafiel-Santa Clara, a contar para a quarta jornada da Segunda Liga de Futebol, ficou marcado por quatro expulsões para o Santa Clara, que ficou quase uma hora de jogo com menos dois jogadores, e numa multa atribuída pela Liga no valor total de 725 euros.
"Quem não assistiu ao jogo poderá pensar que foi uma partida cheia de violência, de briga, uma batalha campal e que fomos uma equipa de arruaceiros", ironizou o dirigente.
Mário Batista adiantou que o clube de Ponta Delgada está a "preparar uma exposição ao presidente da Liga Portuguesa de Futebol" para demonstrar o desagrado pela forma como Rui Patrício atuou no jogo da última jornada e garante que esta não é situação única com vários clubes da Liga de Honra descontentes com os agentes da arbitragem.
"A 'segunda liga' de futebol tem sido varrida de cartões amarelos e vermelhos. Na quarta jornada da época 2010/2011 tinham sido atribuídos 162 amarelos e 11 vermelhos, nesta época à quarta jornada temos 199 amarelos e 29 vermelhos o que representa um aumento de 23 por cento nos amarelos e 164 por cento nos vermelhos, algo está mal", sublinha o presidente do Santa Clara.
Para Mário Batista, o Santa Clara tem mantido sempre a sobriedade frente aos adversários, mas "exige respeito dos adversários, árbitros, adeptos, media, patrocinadores e organizadores e de todos os clubes".
"Se queremos jogadores, técnicos, médicos, estrutura e dirigentes cada vez mais competentes também exigimos que haja cada vez mais agentes de arbitragem que sejam cada vez mais competentes para uma maior valorização da indústria do futebol", rematou.

1 comentário:

Anónimo disse...

Diz o Jornal Record:

Paulo Grilo: «Nunca tinha visto uma coisa assim»
ESTREOU-SE PELA EQUIPA EM JOGO ATÍPICO
Paulo Grilo não vai esquecer tão cedo a estreia como titular do Santa Clara na Liga Orangina. O internacional sub-20 nunca tinha participado num jogo tão acidentado, com cinco expulsões e a sua equipa a terminar o encontro com sete jogadores em campo.

"Foi incrível. Nunca tinha visto uma coisa assim. Acabámos o jogo com sete jogadores em campo e temi até pela derrota, porque mais um jogador expulso e teria acabado o jogo, porque as leis não permitem que uma equipa continue em campo com menos de sete jogadores. As pessoas devem pensar que foi uma batalha campal, mas nada disso aconteceu. Foi mesmo incrível, mas mesmo assim ainda conseguimos jogar futebol", disse .

O mais curioso é que, nos descontos, ainda com oito jogadores em campo, o Santa Clara ainda beneficiou de um penálti.

"Conseguimos um contra-ataque, muito rápido, metemos a bola na área a ganhamos uma falta. Nem queria acreditar, que tínhamos ali a chance de ganhar o jogo, depois de tudo o que nos aconteceu durante o jogo. Infelizmente, não conseguimos marcar o segundo golo e quase logo a seguir tivemos mais um jogador expulso. E continuamos a resistir, para manter, pelo menos o empate [1-1]", declarou.

A estreia de Paulo Grilo será também inesquecível, porque o médio emprestado pela Académica fez a assistência para o golo do Santa Clara. «Claro que gosto de assistir os meus companheiros de equipa, mas o melhor teria sido vencer o jogo. As pessoas sabem que uma das minhas especialidades é o passe, é a servir os jogadores da frente que sou mais útil à equipa e espero que tenha sido apenas a primeira de muitas assistências que faço no campeonato", rematou.

Arquivo do blogue