Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

domingo, 12 de agosto de 2012

Santa Clara entra com pé direito ao vencer por 3 - 1 a Naval 1 de Maio


Santa Clara esteve a perder na Figueira da Foz mas três grandes penalidades assinaladas e convertidas permitiram à equipa de Ponta Delgada recuperar da desvantagem e somar os três pontos no arranque do campeonato da II Liga.


llllllllllllll

O Santa Clara deu continuidade às três vitórias conseguidas na primeira fase da Taça da Liga e entrou a ganhar no campeonato da II Liga. Os açorianos deslocaram-se à Figueira da Foz para medirem forças com a Naval e venceram por 3-1 com os três golos dos insulares a serem apontados da marca de grande penalidade.

Num jogo de domínio repartido mas com ambas as formações à procura do golo, marcou primeiro a Naval na sequência de um pontapé de canto ao qual acorreu o central Tikito com um cabeceamento certeiro. Estavam decorridos 13 minutos e havia muito tempo para o Santa Clara reagir, o que fez de pronto, restabelecendo o empate ao minuto 25 na conversão de uma penalidade que castigou derrube de Tiago Mesquita sobre Porcellis. Reguila encarregou-se da marcação e não desperdiçou a oportunidade.

A igualdade ao intervalo deixava tudo em aberto para o segundo tempo, período durante o qual o equilíbrio se manteve. A Naval acercava-se mais das imediações da área encarnada mas era o Santa Clara quem levava maior perigo nas rápidas transições. Em dois desses lances Porcellis só foi derrubado em falta no interior da área de rigor, penalidades que o próprio brasileiro aproveitou para bisar e operar a reviravolta no marcador.

A vitória dos pupilos de Luís Miguel teve a chancela da marca dos onze metros mas não retira mérito ao triunfo porque o Santa Clara foi uma equipa organizada, abnegada e criativa sempre que detinha a posse de bola, jogando com os olhos na baliza adversária sempre à procura da possibilidade de chegar ao golo.


1 comentário:

Anónimo disse...

Três grandes penalidades, duas delas nos últimos cinco minutos, asseguraram a vitória do Santa Clara sobre a Naval por 3-1, em jogo da 1ª jornada da 2.ª Liga, realizado no Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz.

A partida entre Naval e Santa Clara teve como protagonista o juiz nortenho Soares Dias, que sancionou três grandes penalidades contra a equipa da casa, das quais resultaram os 3 golos insulares.

O delegado ao jogo e o secretário técnico, Armando Guindeira e Rui Amaro respetivamente, receberam ordem de expulsão e classificaram os acontecimentos como "um escândalo".

Porcellis, avançado da equipa insular, esteve nos três lances, nos dois primeiros alegadamente foi derrubado por Tiago Mesquita, que acabou por abandonar a partida com cartão vermelho por acumulação, no terceiro foi Diogo Vila o alegado infrator.

A equipa da Figueira da Foz chegou a estar em vantagem face a um golo de Tikito, ao minuto 13, porém a turma açoriana veio a empatar aos 26, resultado com que terminaria a etapa inicial.

A etapa complementar não teve grande diferença da inicial, a partida perdeu velocidade e interesse, exceção à regra dois remates de João Pedro e Carvalhas (54 e 73 minutos), que assustaram Hélder Godinho. A formação insular acabou por chegar à vitória por Porcellis (85 e 90+1) na sequência de duas grandes penalidades, num momento em que pertencia à turma da casa a iniciativa de jogo e o controle da partida.

Ao intervalo: 1-1

Marcadores: 1-0, Tikito, 13 minutos. 1-1, Reguila, 26 (grande penalidade). 1-2, Porcellis, 85 (grande penalidade). 1-3, Porcellis, 90+1(grande penalidade).

Naval 1.º de Maio:

Ricardo Neves, Tiago Mesquita, Diogo Vila, Tikito, Luís Tinoco, Filipe Melo, Leandrinho, André Fontes (Vítor Alves, 77), Carlitos (André Carvalhas, 64), Roberto (Tozé Marreco, 64) e João Pedro. (Suplentes: Guilherme, João Martins, Leo Bonfim, André Carvalhas, Bruno Di Paula, Vítor Alves e Tozé Marreco).

Treinador: Filipe Rocha.

Santa Clara:

Hélder Godinho, André Simões, Accioly, Paulo Monteiro, Serginho, Toni, Godinho, Pedro Cervantes (Marco Lança, 90+4), Reguila (Ruizinho, 57), Porcellis e Platini (Pacheco, 65). (Suplentes: Brice Niclos, Luiz Carlos, Marco Lança, Pacheco, Minhoca, Alex e Ruizinho). Treinador: Luís Miguel.

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Mesquita (25 e 84), Filipe Melo (56), Leandrinho (60), Godinho (63), Paulo Monteiro (77), Pacheco (80) e Diogo Vila (90). Cartão vermelho, por acumulação, a Tiago Mesquita (84). Assistência: 300 espetadores.

Arquivo do blogue