Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Todos os caminhos vão dar ao Estádio de São Miguel

Penso que devíamos assumir o que queremos de futuro para o nosso futebol.
Faz-me impressão ver o Estádio de São Miguel com capacidade para cerca de 15 000 espectadores ter 300 pessoas por jogo, incluindo polícias, fotógrafos, jornalistas, bombeiros e não pagantes.
Porquê??? Por estarem mal habituados em relação a terem de comprar um bilhete! Se vamos ao circo compramos um bilhete, se vamos ao cinema compramos um bilhete, se queremos ir ao futebol também temos que fazer o mesmo. Longe vão os tempos das “vacas gordas” onde bastava comprar dois litros de leite e um pacote de bolachas no hipermercado para nos oferecerem um ingresso para ir ao futebol.
Neste momento, todos os sócios e simpatizantes têm que reunir-se em volta de um clube que é o mais representativo dos Açores nas provas de futebol português.
Onde anda essa gente que enchia o estádio de São Miguel. Será que os cerca de 700 açorianos que emigraram para as Bermudas iriam ao futebol ao domingo? Bastava termos metade do estádio preenchido para certamente haver mais qualidade no jogo porque uma moldura humana é com certeza (só para quem nunca jogou ou dirigiu) motivante para os atletas, directores e todo o staff organizativo do Clube Desportivo Santa Clara.
Foi bom ouvir os “bombos” a tocar no último domingo…
Chamem as escolas primárias e liceus, tenham bilhetes baratos, sorteios à nossa escala…
É giro ver a formação do Clube nas bancadas com os seus pais e dentro de campo os apanha-bolas. Só assim podemos alterar alguma coisa, será que tudo depende da regionalização ou será das mentalidades? Pois estou sempre a ouvir situações do género: vamos apostar no jogador açoriano. Para mim não há jogador açoriano ou jogador americano, mas sim um jogador competente acima de tudo competitivo.
Queremos apostar no jogador açoriano e não apostamos nos clubes açorianos.
Até que ponto estará a cultura desportiva açoriana disponível para assimilar esta minha humilde opinião…
Vamos deixar o cinismo, a hipocrisia, as invejas e maldades de lado, no meio de tanta crise (económica e social) viva o Futebol e viva o Desporto em geral.
E domingo lá estaremos a torcer pelo Santa Clara para que a vitória apareça para fugirem aos últimos lugares de uma liga profissional onde seria um atentado desportivo vermos sair desta liga.
Num ano de mudanças directivas e com a criação da Sociedade Anónima Desportiva, SAD, penso que deveriam todos dar as mãos em prol do clube mais representativo dos Açores.
Viva o Futebol, viva o Desporto!

postado em:

4 comentários:

Anónimo disse...

Subscrevo a opinião, e dou os parabens pelo conteúdo da mesma.

redboysonfire@sapo.pt disse...

É preciso não esquecer que o estádio não oferece condições apelativas...

Anónimo disse...

só é pena que ele não diga aos seus comparsas da RTP para em vez de mostrarem imagens antes do jogo falando em poucos espectadores mostrarem os mesmos espaços durante o jogo.
É que 300 ou 400 espectadores é muito diferente dos 50 ou 100 que a RTP insiste em mostrar e referir.

Anónimo disse...

Este é outro que só diz babozeiras por aquela boca fora.
Viva o zaping na RTP/A.

Arquivo do blogue