Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

terça-feira, 6 de março de 2012

Objectivos que o clube e a SAD do Santa Clara se propõem alcançar num futuro próximo.

Nordeste acolheu os principais responsáveis do Santa Clara para os ouvir falar do projecto do clube e da SAD. Mário Batista salientou a importância dos encarnados na sociedade e sublinhou a estratégia para o futuro.
O centro cultural padre Manuel Raposo, em Santo António Nordestinho, registou uma boa moldura humana para o fórum subordinado ao tema «Santa Clara e a Comunidade». Cerca de meia centena de pessoas marcaram presença no evento para ouvirem os principais responsáveis do clube de Ponta Delgada abordarem diversos temas da actualidade.
Durante quase três horas os presentes ficaram a conhecer um pouco mais da realidade do Santa Clara e dos objectivos que o clube e a SAD encarnadas se propõem alcançar num futuro próximo. As estratégias de marketing e comunicação também foram abordadas pelo presidente, Mário Batista, sempre numa perspectiva de evolução e de consolidação da marca.
Para além da equipa profissional que disputa o campeonato da Liga de Honra, o Santa Clara pretende, a curto prazo, colocar a equipa B num patamar competitivo mais exigente e os juniores também objectivam a entrada na I divisão nacional, servindo assim de antecâmara para o plantel profissional.
Na ocasião, Mário Batista recordou as palavras do presidente do governo dos Açores, Carlos César, quando este referiu que o Santa Clara é «património da região», para salientar a importância que o clube tem na sociedade e a projecção que oferece ao arquipélago quando actua no exterior.
Vincou ainda a necessidade de serem melhoradas diversas infra-estruturas, nomeadamente a «reabilitação do estádio de São Miguel à imagem do que fez, por exemplo, o Gil Vicente, dotando-o de outras valências que permitam chamar mais pessoas», defendendo também que o recinto deveria possuir «dois ou três campos de apoio».
A equipa técnica, liderada por Bruno Moura, e o capitão Pedro Pacheco, também marcaram presença no fórum, explicando nas suas intervenções a importância do treino, dos micro-ciclos e das bases científicas que cada vez mais são uma realidade no trabalho que é realizado diariamente.

fonte/sportzoom

Sem comentários:

Arquivo do blogue