Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

André Simões garante tranquilidade


Jogador do Santa Clara referiu que a equipa não sente

 pressão extra apesar de estar a apenas três pontos da 

zona de descida. Médio adaptado a defesa vincou a 

confiança que os jogadores têm no trabalho desenvolvido.


O Santa Clara somou o terceiro empate consecutivo no campeonato

 da Liga de Honra e aproximou-se perigosamente da zona de 

descida, da qual dista agora somente três pontos. Contudo, no seio 

do plantel encarnado reina a tranquilidade, atestada por André

 Simões.

«Apesar de estarmos mais perto da zona de despromoção 

permanecemos tranquilos pois temos consciência do nosso valor e 

confiamos no trabalho que vimos realizando», disse, refutando que a

 pressão se acentue daqui em diante. «A pressão é a mesma porque 

pensamos sempre em vencer».

A terceira igualdade no campeonato foi consentida no último minuto 

de compensação do desafio com o Portimonense e, aqui sim, André 

Simões lamenta o infortúnio, embora valorize o ponto somado.

 «É sempre penoso deixar fugir a vitória, principalmente no último

 lance da partida e que nasce de uma falta sobre um jogador nosso que não foi assinalada.

 No entanto, considero que foi um ponto 

ganho frente a um adversário renovado e reforçado».




André Simões chegou ao Santa Clara no início da época para 

actuar

 como médio defensivo mas mais recentemente tem jogado 

adaptado a defesa-direito. E a disponibilidade para ajudar a 

equipa é total. «O treinador é que

 tomou essa decisão e como estou aqui para ajudar a equipa 

jogo onde ele quiser. É um lugar 

que fui desempenhando nos treinos para o caso de alguma 

eventualidade e à qual creio estar bem adaptado», referiu.

Acácio Mateus

Sem comentários:

Arquivo do blogue