Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Pêndulo sérvio no meio-campo

Djurdjevic esteve meia época a adaptar-se a uma nova realidade competitiva. Superada essa fase, o jogador do Santa Clara começa a despontar qualidades e a afirmar-se no onze titular.
Darko Djurdjevic foi um ilustre desconhecido que reforçou o plantel do Santa Clara no último defeso mas aos poucos o médio sérvio sobre o qual recaíam expectativas positivas começa a desbobinar o futebol que convenceu Bruno Moura a avalizar a sua contratação. O jogador, de 24 anos, precisou de um pouco mais de tempo para se adaptar a uma nova realidade.
Para trás deixou um futebol mais pausado e onde os atletas têm mais tempo para pensar as jogadas, características que lhe dificultaram a entrada imediata no onze titular dos encarnados de Ponta Delgada. O sérvio foi-se adaptando à medida que as semanas foram passando e agora, mais conhecedor da competitividade que existe na Liga de Honra, tem sido chamado com frequência ao onze de Bruno Moura.
Titular nos jogos com o Leixões (vitória por 2-0), Guimarães (triunfo por 1-0) e Atlético (0-0), Djurdjevic tem feito uma caminhada em crescendo e à sua presença em campo, na posição de médio defensivo, não é alheio o facto de a equipa não sofrer golos há mais de 300 minutos. O sérvio confere equilíbrio nas acções defensivas e oferece qualidade nas transições ofensivas.
A aposta no médio começa a dar frutos pois Djurdjevic – reservado por natureza – mostra-se mais em campo e com o ritmo competitivo que tem vindo a adquirir certamente se soltará mais, associando a isso uma maior tendência para vincar as qualidades que o trouxeram para a equipa insular. fonte/sportzoom

Sem comentários:

Arquivo do blogue