Windows Live Messenger + Facebook

Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Não deu para mais!

A teórica superioridade do Marítimo ficou confirmada no resultado final. A nossa equipa bateu-se bem, mostrou atributos mas faltou-lhe capacidade de decisão no momento da finalização.
 
O Santa Clara perdeu por 2-0 no estádio dos Barreiros, no Funchal, diante do Marítimo, em partida da primeira jornada do grupo B da Bwin Cup. Foi a estreia da nossa equipa em fase tão avançada da competição onde entram em prova as formações que terminaram o campeonato da Liga Zon Sagres nas oito primeiras posições.
Esperadas, portanto, dificuldades acrescidas frente a um Marítimo que está a realizar uma boa época, às quais o Santa Clara ripostou na medida do que lhe foi possível, rubricando uma exibição positiva mas onde a diferença de ritmos ficou bem patente, principalmente quando os locais imprimiam maior velocidade.
Os primeiros minutos foram de pressão por parte do Marítimo que aos quatro minutos viu Sami acertar no poste e, aos seis, Baba inaugurou o marcador. Vinte minutos depois o mesmo jogador elevou para 2-0 na conversão de uma penalidade e, aos 38, falhou o terceiro novamente da marca dos onze metros, atirando para fora.
Penalidade a que o Santa Clara não teve direito, aos 39 minutos, num livre de Alex que um defesa contrário desviou com o braço. Antes, Lourenço já tinha tentado a sua sorte num remate de meia distância mas o guarda-redes Salin desviou para canto.
Bruno Moura refrescou o ataque para a segunda parte e a entrada de Platini mexeu mais com o terço ofensivo encarnado mas no momento da finalização continuamos a não ter a felicidade do nosso lado. Lourenço voltou a ter um disparo do meio da rua mas Salin voltou a negar-lhe o golo e Minhoca, de cabeça, bem posicionado na área, atirou ao lado.
Por aquilo que fez no estádio dos Barreiros, principalmente na segunda parte, onde chegou a equilibrar a contenda e a evidenciar períodos de maior supremacia, principalmente depois da expulsão de Roberge, a nossa equipa merecia no mínimo o tento de honra mas fica a sensação de dever cumprido frente a um opositor teoricamente superior.
No estádio dos Barreiros, no Funchal, o Santa Clara alinhou com: Stefanovic; Guilherme, Sandro, Piccolo e Nelson; Djurdjevic (Minhoca, 71), Pacheco (Valdinho, 87) e Lourenço; Alex, Moreira e Sylvestre (Platini, 45).
Treinador: Bruno Moura.

fonte/Santa Clara

2 comentários:

Anónimo disse...

Finalmente o B.Moura anda a colocar os laterais certos, nos lugares certos. Deixando de inventar com o Grilo na esquerda ou o Picolo na direita. Meras perdas de tempo, tais insistências.

Anónimo disse...

Foram perdas de tempo, de dinheiro, e sobretudo PERDAS DE PONTOS.....Seu nabo!

Arquivo do blogue