Chat

Este blogue é, e continuará a ser, um espaço de debate aberto e democrático sobre os assuntos do nosso Santa e da nossa Região. No entanto, não será admitido qualquer comentário que ultrapasse as regras do bom senso e da educação. Comentários insultuosos, ameaças e faltas de respeito para com os demais serão moderados, tendo a administração do blogue a autoridade e o dever de agir em conformidade contra os infractores - através de todos os mecanismos de protecção do mesmo. Saudações Santaclarenses RBOF

Resultado na hora

sábado, 24 de abril de 2010

Na pista de Stopira...


A mudança de técnico programada para a próxima temporada, consequência da saída de Paulo Sérgio para Alvalade, não implica um corte radical com o projecto que estava a ser desenvolvido no clube vitoriano para a campanha de 2010/11.

Várias das ideias defendidas pelo ainda treinador do V. Guimarães, relativamente à selecção final dos jogadores que integrarão os quadros da equipa na época que se segue, têm um prazo de validade que se estende para lá de 9 de Maio, dia da última jornada da Liga e da despedida do actual staff técnico.

Emílio Macedo, Paulo Pereira e José Pereira, a “troika” responsável pelo futebol vimaranense, assinaram por baixo o parecer de Paulo Sérgio, nomeadamente, quanto à necessidade de ser reforçada a defesa. E com as iminentes saídas de Andrezinho (este lateral-direito de origem tem sido solução para o lado contrário, mas termina contrato) ou Leandro Silva (expira o empréstimo patrocinado pelo Benfica), não chega apenas contratar Ricardo (o pacense já tem acordo com os vitorianos, válido por duas épocas).

O corredor esquerdo sempre foi sector considerado deficitário, pois Milhazes nunca conseguiu convencer Paulo Sérgio, enquanto Bruno Teles, a outra alternativa, só recentemente mostrou o que vale (e não é pouco, como demonstra o interesse do Vitória em renovar o vínculo do brasileiro ex-Grémio de Porto Alegre).

A hipótese de encontrar no mercado um novo defensor esquerdino continua, assim, em vigor e há já uma solução que o V. Guimarães possui em carteira. Trata-se de Stopira, cabo-verdiano de 21 anos, que é titular do Santa Clara e de quem os minhotos recolheram excelentes informações, via observação directa de vários jogos dos açorianos.

Baptizado com o apelido do antigo internacional francês (lembram-se do Euro-84?), por ambos terem um nome próprio foneticamente semelhante (o africano tem Ianique no BI, enquanto o gaulês foi registado como Yannick), Stopira tem um ano mais de contrato com o Santa Clara e esse será o maior obstáculo a ultrapassar pelos vitorianos no sentido de garantir os serviços do caboverdiano, não obstante existirem relatos de Sp. Braga e Marítimo também serem visitas regulares em partidas do emblema ilhéu e pelos mesmos motivos do Vitória. Porém, se os açorianos falharem a subida à Liga — nas últimas duas épocas ficaram à porta... —,não surpreenderá que o lateral troque a ilha de S.Miguel pelo Minho.

Leia mais na edição impressa de A BOLA

Sem comentários:

Arquivo do blogue